Por que Los Angeles começou a pintar suas ruas de branco?

Embora não tenha a umidade do calor da Costa Leste, Los Angeles (LA) ainda arde. A Cidade dos Anjos é um dos únicos lugares nos Estados Unidos onde as mortes relacionadas ao calor ocorrem regularmente durante o inverno. Espera-se que este perigo para a saúde pública se agrave à medida que a mudança climática ganha força nas próximas décadas. Localizada em um vale desértico e dominada por estradas asfaltadas para facilitar sua cultura automobilística, Los Angeles é extremamente vulnerável – e, felizmente, inovadora.

A paisagem urbana de quase 4 milhões de pessoas (mais de 13 milhões na área metropolitana) começou a pintar suas ruas de branco, na esperança de usar as propriedades naturais de refletir calor para reduzir a temperatura e fazer da cidade um lugar mais saudável para se viver.

Los Angeles, e muitas outras cidades ao redor do mundo, sofrem com o que é chamado de efeito de ilha de calor urbano, no qual a densa infraestrutura e atividade da cidade gera e aprisiona calor além do que normalmente seria esperado com base no clima da região. Para combater esse efeito, Los Angeles está cobrindo suas ruas com CoolSeal, uma tinta de cor clara que já produziu resultados positivos. “Descobrimos que, em média, a área coberta do CoolSeal é 10 graus mais fria do que o asfalto preto no mesmo estacionamento”, disse Greg Spotts, diretor assistente do Departamento de Serviços de Rua de San Fernando Valley, um dos pontos mais quentes da Grande LA.

Os funcionários da cidade esperam que as ruas mais frias resultem em casas mais frias, o que, por sua vez, reduz os custos de energia e os riscos para a saúde. “Nem todo mundo tem recursos para usar o ar condicionado, então há preocupação de que algumas famílias de baixa renda sofram se algo não for feito para neutralizar o aumento do calor”, disse Alan Barreca, professor de ciências ambientais da Universidade da Califórnia, em Los Angeles.

O pavimento [tratado a frio] proporcionaria benefícios para todos. O revestimento, que custa US $ 40.000 por milha e dura sete anos, será aplicado às ruas em um programa piloto antes de ser aplicado em toda a cidade.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *