FORTES E OUSADAS: conheça Sonita Alizadeh, a voz ativa contra casamentos forçados

“Estou cansada do silêncio.” Sonita Alizadeh (1997) é uma rapper e ativista afegã que tem sido a voz contra casamentos forçados. Cresceu em Herat, no Afeganistão, sob o domínio do Talibã. Sua família primeiro considerou vendê-la como noiva quando ela tinha 10 anos, mas sua família precisou fugir para o Irã para escapar do Talibã. No Irã, Alizadeh trabalhava na limpeza de banheiros e ensinava pessoas a ler e escrever. Durante esse tempo, ela também descobriu a música do rapper iraniano Yas e do rapper americano Eminem. Inspirada por suas obras, ela começou a escrever suas próprias músicas. Em 2014, Alizadeh participou de uma competição dos EUA para escrever uma música para que o povo afegão votasse em suas eleições. Ela ganhou um prêmio de U$ 1.000, que enviou para sua mãe, que havia voltado para o Afeganistão.

Pouco depois de vencer a competição, a mãe mandou que ela voltasse ao Afeganistão, dizendo que havia encontrado um homem para comprá-la. Ela tinha 16 anos. Sua mãe estava tentando ganhar um dote de U$ 9 mil  para que seu irmão mais velho pudesse comprar uma noiva. Depois de Rokhsareh Ghaem Maghami, diretora do documentário Sonita, pagar U$ 2 mil à mãe dela e pedir seis meses para a Sonita gravar, ela escreveu e lançou “Brides for Sale”(“Noivas para venda”) que ganhou muita atenção internacional. O vídeo não foi apenas popular entre as mulheres no Afeganistão, mas também chamou a atenção do Strongheart Group, que lhe ofereceu um visto de estudante para estudar nos Estados Unidos, onde reside atualmente.

Alizadeh atualmente mora em Utah e frequenta a Wasatch Academy com uma bolsa de estudos integral. Além de frequentar as aulas, ela continua escrevendo músicas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *