Fortes e Ousadas: conheça Michelle Obama, advogada e ex-primeira-dama dos EUA

“Falhar é uma parte importante para o seu crescimento e para que você desenvolva resiliência. Não tenha medo das falhas!” Michelle LaVaughn Robinson Obama, 55 anos, é a esposa do 44º presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a 46ª primeira-dama estadunidense, sendo a primeira afrodescendente a ocupar o posto.

Nasceu e cresceu em Chicago. Graduou-se em Direito pela Universidade Princeton e, depois, pela Harvard Law School. Após completar seus estudos, ela retornou a Chicago e aceitou um emprego com a firma de advocacia Sidley Austin, onde conheceu seu futuro marido. Subsequentemente, trabalhou como ajudante do prefeito de Chicago, e para a Universidade do Centro de Medicina de Chicago. Ao longo de 2007 e 2008, ela ajudou na campanha do lance presidencial de seu marido e remeteu uma deferência à Convenção Nacional Democrata de 2008. Ela tem duas filhas com Barack Obama: Natasha e Malia Ann.

Durante seus primeiros meses como primeira-dama, ela frequentemente visitou abrigos de desalojados. Também enviou representantes para escolas e defendeu o serviço público. Em sua primeira viagem ao exterior, em abril de 2009, ela excursionou um ala do hospital do câncer com Sarah Macaulay, esposa do primeiro-ministro britânico Gordon Brown.

Michelle Obama tornou-se uma defensora das prioridades políticas de seu marido, promovendo notas que apoiam isto. Segundo a promulgação da Lei de Igualdade de Pagamento, ela promoveu uma recepção da Casa Branca para a defesa do direito das mulheres.

Em 2012, Barack Obama foi reeleito, mais uma vez com a ajuda de Michelle Obama, que foi presença constante e de destaque na campanha. Michele Obama foi considerada uma das primeiras-damas mais carismáticas que a América conheceu.

Michelle Obama escreveu sempre os seus próprios discursos, como o que pronunciou na despedida da Casa Branca, no dia 6 de janeiro de 2017, quando citou: “Ser a primeira-dama foi a maior honra da minha vida, espero que estejam orgulhosos de mim. A todos os jovens que me escutam saibam que este país é de vocês, qualquer que seja a sua origem e o seu passado. Se seus pais são imigrantes, tenham em conta que isso faz parte de uma tradição da qual os Estados Unidos se orgulham”.

Em 2018, Michelle Obama lançou o livro “Minha História”, uma autobiografia, onde começa agradecendo às filhas Malia e Sasha, e ao marido Obama, “que sempre lhe prometeu uma jornada interessante”.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *