FORTES E OUSADAS: Conheça Elizabeth I, uma sobrevivente obstinada em um período quando o governo era desorganizado e limitado

“Um tolo acautela-se tarde demais, quando todo o perigo é passado.” Elizabeth I (1533 a 1603), também chamada de ‘A Rainha Virgem’, foi a Rainha da Inglaterra e Irlanda de 1558 até sua morte e a quinta e última monarca da Casa de Tudor. Como filha do rei Henrique VIII, Isabel nasceu dentro da linha de sucessão; entretanto, sua mãe Ana Bolena foi executada dois anos e meio após seu nascimento e o casamento de seus pais foi anulado. Isabel assim foi declarada ilegítima. Seu meio-irmão Eduardo VI sucedeu a Henrique e reinou até morrer em 1553. Ele colocou a coroa em Joana Grey, excluindo da sucessão suas meia-irmãs Isabel e a católica Maria, apesar da existência de um estatuto declarando o contrário. Seu testamento acabou sendo colocado de lado e Maria tornou-se rainha, com Joana sendo executada. Isabel ficou presa por quase um ano durante o reinado de Maria por suspeitas de apoiar os rebeldes protestantes. Leia mais

FORTES E OUSADAS: Conheça a brasileira Marta, seis vezes a melhor jogadora do mundo

Estou totalmente comprometida em trabalhar com a ONU Mulheres para garantir que mulheres e meninas em todo o mundo tenham as mesmas oportunidades que homens e meninos têm para realizar seu potencial. Eu sei, a partir da minha experiência de vida, que o esporte é uma ferramenta fantástica para o empoderamento.” 

Marta Vieira da Silva (32 anos) nasceu em Dois Riachos, no interior de Alagoas, no Nordeste brasileiro. De família humilde, seu pai abandonou a casa, mulher e quatro filhos, quando Marta tinha um ano de idade. Começou a jogar futebol no juvenil do Centro Sportivo Alagoano (CSA), em 1999. Leia mais

FORTES E OUSADAS: conheça Sylvia Earle, a heroína da vida marinha

Oceanógrafa, cientista, exploradora, autora e palestrante, Sylvia Earle (1935) é o nome mais lembrado quando o assunto é a proteção do meio ambiente marinho ao redor do mundo. Eleita pela Times (em 1998) como a primeira “heroína do planeta”, há mais de 60 anos Sylvia trabalha em prol dos oceanos, e é por essa e outras que ela é pura inspiração para a nova geração de defensores dos mares. Leia mais

FORTES E OUSADAS: conheça Sonita Alizadeh, a voz ativa contra casamentos forçados

“Estou cansada do silêncio.” Sonita Alizadeh (1997) é uma rapper e ativista afegã que tem sido a voz contra casamentos forçados. Cresceu em Herat, no Afeganistão, sob o domínio do Talibã. Sua família primeiro considerou vendê-la como noiva quando ela tinha 10 anos, mas sua família precisou fugir para o Irã para escapar do Talibã. No Irã, Alizadeh trabalhava na limpeza de banheiros e ensinava pessoas a ler e escrever. Durante esse tempo, ela também descobriu a música do rapper iraniano Yas e do rapper americano Eminem. Inspirada por suas obras, ela começou a escrever suas próprias músicas. Em 2014, Alizadeh participou de uma competição dos EUA para escrever uma música para que o povo afegão votasse em suas eleições. Ela ganhou um prêmio de U$ 1.000, que enviou para sua mãe, que havia voltado para o Afeganistão. Leia mais

FORTES E OUSADAS: conheça a história de Maud Wagner, a primeira mulher reconhecida como tatuadora dos EUA

“Mais uma tatto!” Maud Wagner (1877-1961) foi a primeira mulher reconhecida como tatuadora nos Estados Unidos. Era artista de circo (trapezista e contorcionista) e trabalhou em diversos espetáculos que viajavam o país. Em 1904, em uma dessas viagens para apresentação como trapezista, ela conheceu Gus Wagner, ​​um tatuador que se promovia como “o homem artisticamente mais marcado na América”. Gus tinha 264 tatuagens e quando a viu, ficou encantado. Maud aceitou um encontro romântico proposto por ele, caso Gus a ensinasse a tatuar. Leia mais

FORTES E OUSADAS: conheça Maria Callas, a maior cantora de ópera de todos os tempos

“Sempre vou exigir tanto quanto necessário para obter o melhor.” Maria Callas (1923-1977) foi uma soprano grega, considerada a maior celebridade da ópera do século XX e a maior cantora de todos os tempos. Os críticos elogiavam sua técnica bel canto, sua voz de grande alcance e suas interpretações de profunda análise psicológica, caráteres que levaram-na a ser saudada como La Divina. Seu tipo vocal era classificado como o raríssimo soprano absoluto. Seu repertório, por sua vez, variava de ópera-séria clássica para as óperas bel canto de Donizetti, de Bellini e de Rossini e, ainda, para as obras de Verdi, de Puccini e de Wagner. Leia mais

FORTES E OUSADAS: conheça a história de Julia Child, a chef de cozinha que popularizou a culinária francesa

“Uma festa sem bolo, na verdade, é apenas uma reunião.” Julia Child (1912 – 2004) foi uma autora de livros de culinária e apresentadora de televisão americana. Poderia ter sido apenas mais uma apresentadora de programa de culinária, mas foi com seu jeito original e bem humorado, saudando sua audiência com um largo sorriso e um sonoro “Bon Appétit”, que ela conquistou desde os “simples mortais”, ávidos por aprender a cozinhar, aos célebres nomes da gastronomia mundial. Leia mais

FORTES E OUSADAS: Conheça a história de Jingú, a Imperatriz Guerreira que conquistou a Coreia

“Brandindo nossas armas, vamos enfrentar as ondas.” Jingū (Japão, 169-269) , que ficou conhecida na história do Japão como a “Imperatriz Guerreira”, era mulher de Chûai Tennô, 140° imperador do Japão no final do primeiro século antes de Cristo. O imperador Chûai, apesar de filho do legendário guerreiro Príncipe Yamato Takeru no Mikoto, tinha uma constituição física debilitada e era muito cauteloso quanto as decisões políticas do Império japonês. Vivia enfermo, por isso sua mulher, a imperatriz Jingū foi nomeada regente do trono. Leia mais

FORTES E OUSADAS: conheça a história de Mary Kom, primeira boxeadora da Índia a ser campeã mundial

“Eu não posso viver sem box. Eu amo isso”.

Chungneijang Mary Kom Hmangte , mais conhecida como Mary Kom é a primeira boxeadora da Índia a se tornar campeã mundial de boxe.

Ela veio de uma família pobre, seus pais eram fazendeiros que trabalhavam no campo. Mary cresceu em um ambiente humilde, ajudando seus pais com tarefas relacionadas a fazenda, indo à escola e aprendendo atletismo inicialmente e depois treinando boxe, simultaneamente. Estudou na Escola Católica de São Xavier. Foi nesse momento que um indiano, Dingko Singh, retornou dos Jogos Asiáticos de Bangkok de 1998 com uma medalha de ouro. Isso inspirou muitos jovens a tentarem o boxe, e ela também pensou em tentar. Leia mais